PUBLICIDADE

Abertura de "A Dona" divide opiniões entre os internautas



Estreou no dia (17/08) a nova novela do SBT: "A Dona". Engavetada a anos pela emissora, o folhetim veio em um momento épico para a TV da Anhanguera. Com praticamente todas as novelas engatinhadas no quesito audiência, a novela dividiu horário com "A Usurpadora" e apresentou um ibope tímido.

Absurdamente caliente a trama sofreu com os cortes para adaptar-se ao horário, o que causou certo estranhamento nos fãs. Com picos de 7 pontos, a novela enfrentou grande parte do "Brasil Urgente" de Datena além do "Cidade Alerta" de Marcelo Rezende, que apesar da concorrência se mostrou forte consolidando uma audiência razoavelmente boa.

Agradou, não teve jeito: a dublagem de "A Dona" espantou pela qualidade. Entonação, vozes que se encaixam, ações de segundo plano bem retratadas, até os figurantes estão bem representados na versão brasileira. 

Na contramão da dublagem a abertura não foi tão bem recebida. Apesar de bem original, os anseios brasileiros de torna-lá "tupiniquim" não facilitaram a digestão. A maior queixa é a má distribuição dos créditos ao longo da abertura, sendo mais contante no começo e quase nulo no seu término.





Postagem Compartilhada
via: www.aparatodoentretenimento.com.br